Storytelling for kids by Sosô Uribe

 

Quem vê o vídeo de “Storytelling” de Sosô Uribe não sabe o trabalho que tem por trás. É um sonho muito antigo, que foi sendo construído passo a passo. Através de parcerias com pais de alunos que dominavam a técnica de imagem e som, em troca de aulas de Inglês, ela conseguiu viabilizar o seu primeiro vídeo de “storytelling for kids”.

Esta educadora, capaz empreendedora e, agora, contadora de histórias  conta que o trabalho não foi feito do dia para a noite, foi sendo construído em cima dos conhecimentos, ao longo dos 20 anos em que trabalha na Juan Uribe Escola de Inglês, fundada por seu irmão e administrada por ela.

Hoje, tem 247 alunos e vários professores, todos os alunos são acompanhados um a um, por  uma equipe pedagógica e por ela, a Sosô.

Mais da metade deles têm aula na escola no Itaim, a outra parte ainda mantém as tradições da escola, que oferece aulas em casa com professores, fantoches, jogos e todo o conteúdo, o que ela chama com orgulho de “pedagogia afetiva,” que ensina aos pequenos Inglês, para instrumentalizar líderes capazes, no futuro. Para dar uma boa base, a escola investe muito, além de formação em Harvard combinada com os ensinamentos do mestre Brasileiro Paulo Freire, passados hoje aos professores por Fátima Freire, sua filha, que presta consultoria à escola há tantos anos! E é desta forma que garante  que a criança se aproprie do Inglês de forma construtiva, além se experimentá-lo de forma lúdica durante as aulas!

Um Pocket show lançou o DVD Storytelling – Fairy Tales. Este vídeo será espalhado pelo Brasil pela MCD, que cuida de outros artistas, como a dupla Palavra Cantada. Ele traz cinco histórias conhecidas no universo infantil: Chapeuzinho Vermelho, João e Maria, a Galinha Ruiva, Cachinhos Dourados e Os Três Porquinhos e cada uma delas se utiliza de uma técnica diferente de animação como: fantoches, livros em 3D, ilustrações, entre outros.

O vídeo é uma forma para pais e professores que querem aprender ou ensinar Inglês de maneira diferente e não, simplesmente: – “The book’s on the table” , repita comigo!

A idéia ao mostrar este trabalho é democratizar o ensino para inspirar outros caminhos singulares de aprendizagem .

 

Para quem quiser ir, segue a agenda de apresentações: Verifique SEMPRE a programação antes de sair de casa!

 

 

Compartilhe!

Posts relacionados

Pesquisar