Passa O Tempo, O Tempo Passa

Passa o tempo,

passa a mil.

Volta tempo,

vem… psiu!

Passa a fase da chupeta,

do paninho, que saudade.

Faz biquinho, faz careta.

Mertiolate, esse  arde!

Passa a brisa,

natural.

Passa o azeite,

passa o sal.

Passa a dor,

com beijinho.

Amor cura!

Jura?

Passa o creme,

pra hidratar.

Passa o protetor solar.

Passar bem, obrigado!

Puxa vida… está zangado?

Passa o menino atrasado:

já me passou o danado!

Passa de ano,

boletim.

Passa em casa,

espero sim.

Passa a raiva,

aguenta um pouco.

Todo mundo é meio louco.

Passa a onda,

calmaria.

Passa lá na padaria.

Passa a chuva,

vem o sol.

Passa a colcha

e o lençol.

Passa-passa avião.

Passa manteiga no pão.

Passa o anel –

com quem está?

Está com a Bel,

olha lá!

Passa o trem

feito bala.

Passa a vassoura na sala.

Passa mal,

hospital.

Passa bem,

amém, amém!

Passa o café

no coador.

Só não passa o meu amor.

Passa a borracha,

recomeça.

Lá do zero –

pra que pressa?

Passa a tinta,

no papel.

De que cor?

Azul-céu!

Passa a noite

acordado.

Está cansado?

Ou apaixonado?

Passa a menina,

cheia de graça.

Passa o tempo,

o tempo passa,

Corre, voa,

que desgraça!

Passa o tempo,

passa a mil.

Pára, tempo!

Seja gentil!

Em tempo: Feliz “Natal” para todas as mamães do planeta.

Karin Sá Rego

Este e outros trabalhos da Ilustradora Edna Lopes podem ser vistos no seu site  http://ednalopes.wix.com/ednalopes

Os trabalhos da Ilustradora Edna Lopes estão em
http://ednalopes.wix.com/ednalopes

Compartilhe!

Posts relacionados

Pesquisar